Rádio Linear - A rádio de Vila do Conde
 
RADIO LINEAR NOTÍCIAS SUGESTÕES
   
 
 
Sabado | 29 | Janeiro
NOTÍCIA VOLTAR
Casa da Música leva arte ao Auditório Municipal de Vila do Conde
2022-01-14
PARTILHAR:
Até domingo, dia 16 de janeiro, o Auditório Municipal vai receber vários espetáculos da Casa da Música, com entrada gratuita, no âmbito do Projeto Holograma da Área Metropolitana do Porto (AMP) que percorre os 17 municípios da AMP.

Como assinala na página online a câmara municipal de Vila do Conde, o Holograma é um projeto de cariz comunitário e pedagógico, através do qual a Casa da Música projeta a sua atividade nos territórios metropolitanos, descentraliza o trabalho que desenvolve através do seu Serviço Educativo e trabalha com grupos minoritários ou socialmente desfavorecidos a conceção de um espetáculo musical único.

Para além de sessões dirigidas à comunidade escolar, o programa contempla momentos para o público em geral que integram performances musicais, concertos encenados, espetáculos de músicos integrados no programa Novos Talentos da Casa da Música e a apresentação do espetáculo de intervenção comunitária com a Casa da Criança da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde.

Confira em baixo o programa:

- Dia 14 de janeiro | 21h00 | Concerto de Maria Casal - novo talento da Casa da Música
"Maria Casal é uma cantautora e guitarrista portuense. Do seu pequeno caderno de bolso para o mundo, o single Lazy Mornings ditou o início do percurso musical da artista em 2019. Depois, algumas manhãs (e tardes) passadas em torno da guitarra resultaram em algo maior: o seu EP de estreia Serenô com o selo da Chinfrim Discos (24 de setembro de 2020). Maria Casal trespassa as fronteiras do lirismo português ao fundi-lo com as linhas melódicas do jazz e os ritmos sincopados da música brasileira".

- Dia 15 de janeiro | 10h00 e 11h30 | O Rei da Garrafa do Rei de Onde?
"Chegou a hora mais necessária do dia para a trupe de artistas itinerantes que acompanha o Grande Ivan, cantor de tão grande gabarito como a grandeza da própria Mãe Rússia: a hora do almoço. A seu lado, Dmitri Lunatikov, um violinista distraído que saiu de um quadro de Chagall e não voltou a encontrar o caminho para a tela, e Maria Roliçova, gentil dançarina e comediante e cozinheira e carregadora e faz tudo. Prontos para almoçar, há-de surgir-lhes uma oportunidade inesperada: público! E é aí que, subitamente, uma rolha vai mudar para sempre a vida de Ivan. Ou não fosse aquela a rolha da garrafa de um rei! De um rei? Mas de um rei d'aonde? A Rússia inteira o ajudará a encontrar uma solução ao som de Prokofieff, Chostakovitch, Tchaikovski e muitos outros génios da música com nomes ainda mais comuns de pronunciar que estes".

Ficha técnica: conceção e direção artística de Ângela Marques e Mário João Alves; Interpretação de Ângela Marques, David Wyn Lloyd e Mário João Alves; Coprodução da Casa da Música e Ópera Isto.

- Dia 15 de janeiro | 21h00 | Virtuosismo Puro por Solistas da Casa da Música
"Para além de ser um edifício dedicado à realização de concertos de todos os géneros, a Casa da Música é também a casa de vários agrupamentos profissionais, que ali ensaiam e se apresentam regularmente, entre os quais uma orquestra sinfónica, uma orquestra barroca, um ensemble de música contemporânea e um coro. Todas estas formações integram músicos especializados e experientes, que ocasionalmente se juntam também em pequenos grupos para interpretar outros repertórios, de sonoridades tão variadas quando as infindáveis combinações possíveis de instrumentos. Os Solistas da Casa da Música que se apresentam no Holograma são formados por músicos da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, da Orquestra Barroca Casa da Música, do Remix Ensemble ou do Coro Casa da Música. No alinhamento destes recitais encontramos composições criadas em várias épocas, desde o século XVIII até aos nossos dias. Mas, sobretudo, encontramos o prazer de fazer e dar a ouvir boa música".

Ficha técnica: Roberto Henriques - Oboé; Álvaro Pereira - Violino; Nuno Vaz - Trompa; Nikolay Gimaletdinov - Violoncelo; Joseph Haydn - Divertimento a tre em Mib Maior, Hob.IV: 5, para trompa, violino e violoncelo; Alessandro Besozzi - Trio nº1 em Dó M, para oboé, violino e violoncelo; Carl Stamitz - Quarteto Op. 8 nº1, para oboé, violino, trompa e violoncelo.

- Dia 16 de janeiro | 10h00 e 11h30 | A Fonte de Fontaine
"Muitas fábulas pomposas alguém fala Tartarugas, lebres, raposas, até lobos a uivar. Formigas, corvos, e cigarras a cantar -Tantas são as fábulas que nos leram ao deitar. Muitos anos já passaram e os animais estão diferentes além das aventuras por que passaram nem todos estão presentes. A Raposa, com Fontaine revoltada por ser sempre matreira e traiçoeira, decida mudar! Quer ser a Rã-Posa, heroína e vitoriosa! Decide então escrever novas histórias, mas falta-lhe imaginação. Com Fontaine revoltada, à fonte para se inspirar, mas acabou atordoada com veio o que veio a encontrar? Vamos agora imaginar como seria tão diferente? E se a cigarra fosse gaga e o corvo emigrante, E se o lobo fosse ovelha e a Raposa antiga velha Muitas fábulas pomposas, e ainda tantas por criar! Tantas são as fábulas que podemos inventar..."

Ficha técnica: direção artística e interpretação de Joana Araújo e Tiago Oliveira; interpretação de Catarina Gomes, Paulo Neto e Sónia Barbosa.

- Dia 16 de janeiro | 18h00 | Concerto O Funcionário do Mês pela Casa da Criança da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde
"O António estava concentrado nas suas tarefas. Tão concentrado que nem reparava nos colegas à sua volta. Não poderia ser de outra forma, pensava ele. O trabalho não se faz sozinho, e muita gente depende dele. O que seria do mundo se ele não carimbasse a certidão com uma declaração de interrupção do período de carência de isenção de taxas moderadoras e imposto de selo? E se todas as facturas emitidas no portal das finanças não tivessem a sua cópia física, milimetricamente furada para entrar no dossiê devidamente assinalado com dados e hora no formato ISO, conforme os padrões internacionais. É melhor nem imaginar.

Todos somos António, numa altura ou noutra, presos nas rotinas da nossa vida. Mas será que podemos ambicionar mais".

Ficha técnica: direção artística de Óscar Rodrigues e Tiago Oliveira; músicos Paulo Coelho de Castro e Rui Vilhena; bailarina Catarina Otto Reuss.

Entrada livre mediante levantamento de bilhetes no Auditório Municipal de Vila do Conde

Foto: Site Câmara Municipal de Vila do Conde
 
 
 
 Radio Linear
@2022 Rádio Linear
ESTATUTO EDITORIAL | CONTACTOS